há dias em que estar calada, não é opção...
Terça-feira, 07 de Outubro de 2008

A minha fobia! 

Acho que algumas pessoas não devem entender bem a palavra fobia! Ora eu tento explicar. Fobia é um medo exageradíssimo (ou não, dependendo da pessoa) de alguma coisa, que por acaso eu até considero doença. O facto de escolher Engelófobia, foi pra não vir para aqui pôr aquele nome que até de ouvir me causa náuseas.

Mas porque é que eu digo que há quem não entenda o que é uma fobia? Porque já me aconteceu algumas vezes dizer às pessoas com quem convivo mais diariamente que sofro deste problema e depois saem-me com histórias, umas que juram que lhes aconteceu pessoalmente outras que juram ser verdade porque alguém lhes disse! Será que acreditam que depois de ouvir uma história que me vai causar insónia eu fico curada?

Não, não fico, o máximo que me pode acontecer é ficar ainda mais assustada!

publicado por engel às 19:18

Segunda-feira, 06 de Outubro de 2008

Hoje fui ver o que me reservavam os astros para esta semana que agora começa, e eis o que encontro:


“Não temos o direito de ser infelizes com nossas vidas. Se nos parece que não estamos satisfeitos com a vida, deveríamos encarar isso como uma razão para ficarmos insatisfeitos connosco mesmos.”(Tolstoi)
E é essa insatisfação que nos faz andar para a frente e mudar o rumo da vida. Sem esse sentimento estagnaríamos ficando presos a “muita coisa cheia de nada”.

Muitas vezes vivemos situações que realmente não nos preenchem, e fazemo-lo sem sabermos porquê, continuamos presos a elas, como se disso dependesse a nossa vida. Isto é um bocadinho estranho, não é? Como é que algo que não nos faz feliz pode ser tão indispensável? Muitas vezes, a nossa necessidade de segurança leva-nos a mantermo-nos comprometidos a relações, empregos, etc., que assumimos anteriormente mas que, por algum motivo, afinal não são aquilo que queríamos, não são aquilo que com que tínhamos sonhado, já não são compatíveis connosco… Então, há que mudar!

Pare um pouco para reflectir, ouça o seu coração, pois poderá estar na hora de mudar, de sair dessa “prisão sem grades”. É claro que isso poderá implicar o fim de alguma coisa, o deixar para trás algo, e isso, todos nós sabemos o quanto pode ser doloroso, mas como sabe, também poderá ser enormemente (esta palavra existe?! Enormemente…) libertador! Portanto, se durante esta fase viver o fim de alguma situação, da mais insignificante à mais significativa, lembre-se que caminha para algo melhor. Só assim se chega à Realização! Com toda a sua coragem e audácia siga em frente, pois é para frente que o caminho flúi!  

 

Isto mais parecem conselhos a seguir por todos do que previsões dirigidas a um determinado grupo de pessoas.

Se bem que sobre conselhos eu penso o seguinte: fácil, muito fácil é dá-los difícil é segui-los.

publicado por engel às 13:25


Gostava de conseguir entender alguns dos meus sonhos.

O mais estranho que tive foi há um bom par de anos, onde consegui ler uma frase que nunca mais esqueci: Não é doce abandonar o que não é para sepultar. Às vezes vem-me isto à cabeça, e quando tento perceber o que pode significar, vejo uma infinidade de situações às quais a posso aplicar.

A par deste que ficou sempre gravado, tenho outros que na sua maioria esqueço, mas que têm em comum o facto de ser sempre com a mesma pessoa. Alguém que conheci na idade da inocência, alguém que o tempo e a distância afastou de mim, alguém que estas tecnologias fez regressar, alguém que por vontade própria retirei em definitivo da minha vida....mas não dos meus sonhos!

E isso eu não consigo entender porquê.

publicado por engel às 11:57

Sábado, 04 de Outubro de 2008

Lá vão as vaquinhas com uns grandes sinos e umas flores na cabeça, parece mesmo que vão para uma festa.

Um tratamento tão humano para no final as matarem! Pergunto-me como é que conseguem tratá-las como se de um animal de estimação se tratasse, para depois as matarem e comerem! 

Somos mesmo pessoas estranhas!

publicado por engel às 17:20


Caiu o primeiro nevão(zito)!

O cimo da montanha foi coberto de branco, já lembra o inverno.

Se é verdade que o sol leva muita gente à praia, não é menos verdade que a neve trás muita gente à montanha.

Oba, oba! Daqui a pouco tempo, vai ser gente por todo o lado e desta vez também vou querer fazer parte disso...

publicado por engel às 14:15
sinto-me: Preparada!


mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
27
30
31


Últ. comentários
Continuamos todos por cá...porque há sempre algo e...
É bom ver que ainda andas por cá ;)
Brigada pelas palavras que me vai deixando ;)
A felicidade são momentos, pedaços de instantes qu...
Temos de ter sempre a esperança de que a maus dias...